Às seis horas da tarde

(Imagem)

Às seis horas da tarde, esperava na frente da escola. Às seis horas da tarde, pessoas riam e se divertiam perto de mim. Às seis horas da tarde, alguém morria. Às seis horas da tarde, alguém estava insatisfeito com seu próprio corpo. Às seis horas da tarde, alguém enfrentava trânsito após um longo dia de trabalho. Às seis horas da tarde, alguém chorava. Às seis horas da tarde, alguém agradecia por sua vida. Às seis horas da tarde, alguém conversava com uma pessoa da qual sentia saudades. Às seis horas da tarde, alguém se encontrava com um ente querido…

Às seis horas da tarde, alguém era violentado. Às seis horas da tarde, alguém passava fome. Às seis horas da tarde, alguém transmitia conhecimento. Às seis horas da tarde, alguém aprendia algo novo. Às seis horas da tarde, uma pessoa se deparava com um milagre, enquanto outra praticava um ato de gentileza para com os outros.

Às seis horas da tarde, os carros se moviam, a cidade estava agitada, as luzes começavam a timidamente se acender…

Às seis horas da tarde, as crianças brincavam na rua do meu condomínio. Às seis horas da tarde, o sol se punha, nos dando um sinal de que talvez, sim, ainda existam coisas muito belas nesse mundo.

Às seis horas da tarde, um bebê nascia.

Às seis horas da tarde, eu recuperava o amor, a gentileza e a esperança dentro de mim.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: