Nesse ano, eu aprendi que…

…energias negativas só atraem energias negativas.

Ou seja, não faz a menor diferença. Se é para fazer uma coisa a respeito ou ficar se remoendo por dentro relembrando de todas as coisas que deram errado ou pensando nas possibilidades de que elas venham a piorar, escolha fazer alguma outra coisa (ou pelo menos tentar).

…mas energias positivas fazem.    

Podem me julgar, mas acho que esse ano aprendi que, com a alma em paz, as coisas começam a se ajeitar. Talvez não de um jeito ou na velocidade que você espera, mas se ajeitam, garanto para vocês ❤

…há pessoas dignas da sua atenção.

Não importa quem seja, existe sempre alguém (ou momentos com essas pessoas) que faz com que tudo acabe valendo a pena no final ❤

…às vezes, é melhor deixar sua mente vazia do que cheia de pensamentos.

Isso meio que complementa a coisa dos pensamentos negativos. Muito melhor manter sua mente limpa do que cheia de pensamentos negativos.

…mudanças fazem bem.

Uma das minhas metas para esse ano de 2015 era fazer coisas diferentes, inovar, me arriscar e, apesar de algumas coisas terem se mantido (o que não necessariamente é ruim), acho que consegui me concentrar em me permitir fazer mais coisas que eu queria, não ficar apenas na mesmice, experimentar coisas novas. O que tenho a dizer sobre isso? Que valeu muito a pena, claro 🙂 E espero que isso se mantenha pelos próximos anos da minha vida *-*

fireworks

(Imagem)

…se dedicar ao que você gosta também.                                        

E espero que essa certeza continue dentro de mim para o resto da minha vida. O blog está incluído nisso, aliás, desde a sua criação ❤

…que eu sou capaz de muito mais coisas do que eu imagino.

Sabe aquela coisa de ver para crer? Então, foi mais ou menos isso o que eu vivenciei no mês de Novembro quando participei do Nanowrimo (e contei um pouco de como foi minha experiência aqui). E sabem de uma coisa? Eu consegui escrever mais de 50 mil palavras em um mês. Tudo bem, as coisas não foram fáceis, não consegui escrever todos os dias (fiquei uns três dias sem escrever, mais por correria mesmo), mas o importante foi que eu consegui. E tem mais: não só escrevi loucamente toda essa quantidade de palavras como também consegui terminar a minha história (ou pelo menos por enquanto, mês que vem/ano que vem é mês de revisão) na metade desse mês. Imagina só a minha felicidade e realização depois disso.Foi incrível, sério, eu podia fazer um post só falando sobre isso, mas vou poupar vocês haha

…há muito mais por trás do que a gente imagina.

Claro que eu já desconfiava disso antes. Aliás, para ser sincera, faz parte do meu “estilo de ser” tentar julgar as pessoas o mínimo possível, quebrando esse ciclo de ódio e críticas destrutivas que as pessoas cismam ainda em ter. Mesmo assim, não posso negar que às vezes escapa. Acho que quem leu esse post meu vai entender do que eu estou falando.

Esse foi um post mais pessoal, envolvendo um pouco as minhas metas para esse ano, e dando dicas também sobre o que a vida me mostrou nesses 12 meses. Claro que a quantidade de pequenas coisas que pude vivenciar e aprender esse ano é muito grande para caber em um post só, mas tentei resumir o máximo possível 🙂

Alguns meses foram bons, outros nem tanto, mas uma coisa é certa, é preciso ver a vida de um jeito diferente, de um jeito mais leve, ou podemos todos acabar loucos ❤ (se é que já não somos haha)

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: