Mesmo?

O celular vibra. 17:38. O ícone verde do whatsapp logo aparece na tela bloqueada. “Oi, tudo bem?”, uma pessoa diz, me chamando.
No mesmo instante, minha atenção é desviada para aquilo e respondo prontamente: “Tudo e com vc?”.
Engraçado. Extremamente irônico eu dizer isso naquele dia em que tudo na minha vida parecia estar dando errado. Todo mundo tem esses dias, não é? Pois é, mas na minha vida, 90% dos meus dias eram assim. O motivo, você se pergunta? Não sei, só sabia que simplesmente era assim.
Sou uma pessoa quieta, e, muitas vezes por causa desse aspecto da minha personalidade, acabo pensando demais em coisas simples. A minha resposta era um exemplo.
Por que eu havia respondido que estava tudo bem, mesmo não estando? “A pessoa poderia me achar rude”. Ok, mas não seria ainda mais rude da minha parte o fato de eu estar mentindo? “E quem se importa com isso?” … “As pessoas só usam isso como desculpa para começar a falar com alguém, o que elas realmente querem tratar virá logo depois” Há pessoas que se importam. “E quantas delas são? Três? Uma? Nenhuma?” O número é importante? “Isso é você que deve definir”.
Depois dessa pequena discussão dos meus dois lados, paro para pensar nas milhões de conversas que já havia tido. Pergunto-me quantas pessoas com quem já falei foram realmente sinceras comigo ao responder essa pergunta inicial. Eu dizer a verdade de que não estava bem faria diferença? Como as pessoas reagiriam? Quantas delas se preocupariam em saber o que havia de errado? Quantas delas me desejariam do fundo do coração que eu melhorasse?
Mesmo ninguém querendo confessar, a verdade é que ninguém realmente se importa. Esse costume está tão implantando nas nossas relações sociais, que querer saber como a pessoa está já não é um dos nossos maiores desejos. Você dirá que há exceções. “Com meus amigos não sou assim, porque eu sei o quanto eles se importam comigo”.
Mais uma vez, engraçado. A pessoa com quem eu estava travando conversa naquele momento era justamente a minha melhor amiga. E parecia que ela me conhecia tão bem a ponto de ler meus pensamentos, pois uma nova vibração do celular me fez sair do mundo dos pensamentos. “Tudo ótimo :)”, foi sua resposta.
Imagino como ela está se sentindo ao escrever isso na frente da tela do seu celular, estivesse onde estivesse. Estaria ela usando uma máscara para disfarçar seu sofrimento? Provavelmente ela também acha que não é conveniente dizer a verdade em uma situação dessas.
Imagino-a passando a noite inteira chorando, devido a um motivo não específico. Os olhos inchados, a voz fraca, o resto de coragem para digitar: “Tudo ótimo”.
É difícil admitir, principalmente para aquelas que tem aversão a esse tipo de coisa, mas todos nós somos um pouco falsos de vez em quando. Normal. Nos momentos que fingimos estarmos calmos quando tudo o que nós queremos é alguém para nos acalmar. Também naqueles em que estamos prestes a desabar, mas que nos seguramos para dizer que está tudo bem.
Pergunto-me se ela estaria sendo falsa naquele instante. Estaria usando alguma máscara?
Não me importava se ela me achasse louca, mas a única coisa que pude pensar em fazer foi digitar em resposta: “Mesmo?”

Anúncios

4 opiniões sobre “Mesmo?

  1. Que texto tão importante nas dias de hoje! Fingimentos desse tipo sempre foram comuns, mas eles se intensificaram com a introdução da tecnologia em nossas vidas. Obrigada por nos lembrar de sermos mais cinseros em relação aos nossos sentimentos e de realmente nos importarmos com o próximo quando perguntamos “como vai?”. (Vc tá se saindo muito bem Fê!)

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: